POR SUSAN HAARMAN | 14 de março de 2020

Español | Inglês | Italiano | Lietuvis | Deutsche | Français

O Exame de Consciência é um método tradicional de consciência orante que é alicerce da espiritualidade inaciana e da educação jesuíta. É uma maneira rápida e simples de refletir sobre o seu dia e de se tornar mais consciente de onde você está vivenciando graça ou bondade e de onde há espaço para crescimento nas suas ações e na sua vida. Especialmente em tempos de incerteza e de mudança rápida, torna-se essencial separar um tempo para refletir.

O que as pessoas nem sempre percebem é que o Exame de Consciência é extremamente flexível e adaptável. Ele pode ser usado para avaliar o seu dia ou ser adaptado para aperfeiçoar uma questão ou foco específico. Assim, à luz das novas circunstâncias nas quais muitos de nós nos encontramos com o COVID-19, é útil adaptar o Exame de Consciência a essa situação ímpar.

Separe um momento para se acalmar. Respire profundamente. Fique confortável. Como uma pedra assentando-se no fundo de um lago após ter sigo jogada, deixe-se acomodar.

1. Entenda como você está se sentindo neste momento. Se for difícil ficar calmo, reconheça. Se você se vir frustrado ou estressado, reconheça. Deus quer estar presente em todas as partes de nossas vidas — não apenas nos momentos fáceis e serenos.

2. Peça luz e clareza enquanto se prepara para avaliar seu dia. Para alguns, essa luz pode vir em forma de um senso do Divino. Para outros, ela vem de um senso profundo do seu verdadeiro ser.

3. Separe um momento para pensar sobre como o COVID-19 afetou a sua vida. Mesmo que nos peçam para manter distância social uns dos outros, pergunte-se: por quais conexões você se vê grato?

Quem faz você se sentir apoiado e conectado a Deus?

4. Problemas de saúde pública conseguem nos fazer reconhecer o quanto nossas vidas estão entrelaçadas às dos outros na sociedade. Isso pode nos ajudar a perceber quem normalmente nós escolhemos não ver ou com quem optamos por não ter ligação.

Há uma pessoa ou grupo particularmente afetado pelo COVID-19 que você normalmente escolhe não ver ou com o qual opta por não ter ligação?
De quais conexões você está se conscientizando mais?
A quem você normalmente recorre e se conecta?
Quem você evita ou se recusa a ver?

Se puder, imagine os rostos dessas pessoas.

Quais conexões você considera uma certeza em sua vida? Quais conexões mais afetam você?

5. Observe as emoções que você sente quando pensa nessas pessoas sem julgar ou analisar excessivamente. Apenas reconheça-as, preste atenção e ouça onde Deus pode estar falando.

6. Enquanto você pensa em como estamos conectados ou desconectados uns dos outros, escolha uma conexão (ou ausência dela) que pareça importante, significativa ou que esteja se manifestando de maneira mais intensa. Pause e reflita sobre em que aspecto você está sendo convidado a crescer a partir deste momento. Se você for uma pessoa de fé, separe um momento para orar.

7. Deus nos presenteou com criatividade e imaginação sem limites. Mesmo nesse momento de separação e possível isolamento, de que maneira você pode manter conexões significativas com os outros — seja diretamente, através da tecnologia ou com foco e atenção intencionais?

Respire profundamente e fique em silêncio por um momento. Quando estiver pronto, volte para o seu dia.

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *